Idades

As sete idades das mulheres, de Hans Baldung

As sete idades das mulheres, de Hans Baldung

À beira da fogueira, a moça disse:

“Uma vez ouvi me falaram: ‘não somos mais crianças’. Eu, não. Eu fui feto e sou feto. Eu fui criança e sou criança. Eu fui adolescente e sou adolescente. Eu serei velha e continuarei a ser tudo isso. Quando você deixa alguma dessas identidades de lado, você está se subtraindo. Você se diminui. Reconhecendo que continuo a ser o que eu fui, eu posso usar na minha vida a alegria da criança, a energia do adolescente… Essas forças continuam presentes em nós. Se eu não as reconheço em mim, elas vão me usar sem que eu perceba. Vou acabar sendo infantil quando devia ser adulta, ou agir como adulto num momento que exigia a energia de um adolescente. Eu preciso reconhecer que sou nenê, que eu não me basto, que eu preciso de uma teta para me sustentar, para me alimentar. Se eu não percebo isso, vou acabar me encostando em qualquer teta errada por aí.”

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: